Buscar
  • Dr. Ítalo Maciel

Quando iniciar o Check-up cardiológico

Atualizado: 21 de Out de 2018



Em pessoas com menos de 30 anos de idade, a incidência de doenças cardiovasculares é muito baixa, não sendo indicada a realização de consulta de check up com o cardiologista rotineiramente.


No entanto, é necessário conhecer, no mínimo, 3 coisas: a pressão arterial, a glicemia de jejum e o perfil lipídico (nível de colesterol).


Nesses casos, é indicado realizar exames pelo menos a cada 5 anos.


Aprenda a técnica correta de medir a pressão em casa lendo esse artigo.


É importante ressaltar que fumantes, obesos, diabéticos e parentes de 1º grau de pessoas que tiveram infarto precocemente (homens < 55 anos e mulheres  < 65 anos) devem ficar mais atentos e realizar check up cardiológico mais frequente, mesmo que tenham menos de 30 anos de idade.


Entre os 30 e 40 anos, deve-se consultar o cardiologista a cada 2 anos.


Após os 40 anos de idade, quando aumenta a prevalência de Hipertensão Arterial, Diabetes e outros fatores de risco para problemas cardíacos, a visita ao cardiologista deve ser anual.


Durante a consulta, o médico fará uma anamnese (entrevista) e exame físico, através dos quais ele irá conhecer o paciente, identificar seus fatores de risco e definir quais exames complementares serão necessários.


O cardiologista possui ferramentas para estimar o risco de o paciente apresentar manifestação de doença cardiovascular nos próximos 10 anos. Dependendo da graduação desse risco (baixo, moderado ou alto), alguma intervenção pode ser necessária no sentido de diminuir as chances de o paciente apresentar um evento grave, como infarto agudo do miocárdio por exemplo.


Não é demais lembrar que as doenças cardiovasculares são as que mais matam em todo o mundo (muito mais que qualquer tipo de câncer)!


Se você gostou do que leu e acha que esse artigo pode ajudar mais pessoas, curta e compartilhe em suas redes sociais!

182 visualizações0 comentário